Controladores de acesso: solução para segurança em espaços coletivos

Controladores de acesso: solução para segurança em espaços coletivos

Grandes empresas, repartições públicas, clubes, instituições de ensino e condomínios fechados têm uma característica peculiar: são espaços privados, porém coletivos. 

Ou seja, embora muita gente tenha o direito de estar ali simultaneamente, essas áreas não estão abertas ao público e precisam ter o regime de entrada e saída estritamente controlado. É nesta hora que entram os controladores de acesso, sobre os quais falaremos neste post.

Os controladores de acesso estão cada vez mais modernos, mas sua lógica é bastante antiga. É preciso garantir meios de permitir a entrada apenas de pessoas autorizadas e nos horários permitidos, a fim de possibilitar a segurança e a privacidade de quem pode estar lá dentro e a integridade de bens e valores..

As antigas cancelas e catracas manuais foram dando lugar a sistemas cada vez mais modernos de fazer esta triagem.

Como o nome sugere, os controladores de acesso são os protagonistas desta filtragem – considerado portanto um elemento a mais na segurança eletrônica, que precisa funcionar de maneira complementar a outros sistemas.

A Control iD oferece vários dispositivos complementares, que garantem identificação precisa, privacidade e segurança máxima.

Isso só é possível graças ao conceito de unicidade, que embora óbvio, nem sempre é aplicada: ninguém pode se passar por você. Por isso, um bom sistema de controle de acesso deve assegurar que apenas pessoas autorizadas de fato adentrem em um edifício ou em um estacionamento, por exemplo. 

Além disso, é possível personalizar esse controle, permitindo a entrada de determinadas pessoas em horários específicos, a partir de portas pré-definidas e até na companhia de outros cidadãos autorizados.

As palavras de ordem são restrição, autorização e auditoria. A restrição, naturalmente, se refere à separação entre quem pode e quem não pode acessar o local. O segundo quesito indica aqueles que são autorizados a frequentar o espaço temporariamente, mediante cadastro. Já a auditoria é a elaboração de relatórios de entradas e saídas, com datas e horários, para distintas finalidades futuras.

Os controladores de acesso iDAcess Pro e o iDAcess Nano oferecem esta segurança para dois perfis diferentes – o segundo equipamento é menor e pode ser instalado nos mais diversos ambientes. Já o primeiro tem display touchscreen de 3,5’’ e é capaz de identificar até 100.000 digitais 1:N.

A autenticação é rápida porque o kit de integração é apto a rodar nos principais sistemas operacionais. Para se ter uma ideia, a versão Pro do leitor iDBio permite o reconhecimento de até mil usuários por segundo.

Já o sistema de controle de acesso iDSecure trabalha com a outra ponta, permitindo a entrada e a saída de pessoas por meio de uma interface web moderna e de fácil utilização. O software se integra à linha de controles de acesso e catracas da Control iD, facilitando o cadastramento de usuários, dos locais e dos dispositivos, bem como das regras de acesso a todo o sistema.

É possível ainda acessar o histórico de entradas e saídas a partir de qualquer equipamento móvel, o que dá autonomia aos gestores de empresas que gostam de monitorar a acesso a seus ambientes.

Além desses requisitos, pesa a favor dos equipamentos dos controladores de acesso da ControliD, o design moderno e compacto.

Os equipamentos são ainda dotados da tecnologia standalone, ou seja, que não precisam de um software de gestão adicional para funcionar. 

Vantagens dos controladores de acesso

Quem mora em condomínios ou trabalha em grandes empresas já deve ter passado por cansativas e recorrentes revisões biométricas, cadastro de fotografias e atualização de dados. O pior de tudo: o sistema parece funcionar sempre de maneira inadequada e as trocas se tornam uma constante.

Outro fator adverso é a capacitação dos profissionais que vão monitorar este acesso – porteiros, recepcionistas, agentes de segurança. 

Por mais que sejam preparados, esses funcionários – geralmente terceirizados – possuem outras atribuições, como recebimento de encomendas e atendimento a moradores. Por causa disso, não podem perder tempo com controles de acesso muito burocráticos. Os dispositivos e os controladores de acesso da Control iD, pelo contrário, são bastante simples para operacionalização de colaboradores e de usuários.

Na dúvida, os melhores controladores de acesso são aqueles robustos internamente e simples externamente: o usuário nem percebe, mas por trás de tanta rapidez e segurança existe um pacote de engenharia pensado para prover tamanha facilidade.

Quer saber mais sobre controladores de acesso? Fique ligado no nosso blog!

Comentários

Cadastre-se e receba nossas novidades