Biometria garante convergência em dispositivos de controle

Biometria garante convergência em dispositivos de controle

Imagine só poder reunir boa parte dos mecanismos de identificação em um único controlador de acesso ou relógio de ponto, integrando as informações de maneira segura a softwares intuitivos, com armazenamento de dados em nuvem através da biometria. 

Biometria é uma tecnologia cara?

Pois bem, isso hoje já é possível, por meio da convergência entre vários sistemas em um mesmo dispositivo eletrônico.

A digitalização não chegou de uma vez a este segmento, o que suscitava muitas dúvidas a respeito de sua funcionalidade e dos custos de operação. Até hoje, há quem considere que a identificação biométrica é um sistema muito caro, e por isso difícil de ser implementado em empresas de pequeno e médio portes. Outros o consideram muito complexo, sobretudo na etapa de cadastramento dos dados dos permissionários e no fornecimento de cartões e outras formas de acesso.

São estigmas que aos poucos começam a cair

A Control iD é uma das responsáveis, no Brasil, a mudar o paradigma dos controladores de acesso, dos relógios de ponto e da automação comercial. Equipamentos sofisticados dotados de engenharia de ponta e embalados em um design inteligente e arrojado combinam perfeitamente com custos convidativos, sobretudo quando comparados aos ganhos que a empresa passa a ter.

De um modo geral, os controladores de acesso da Control iD têm especificações em comum bastante atraentes: identificação por biometria, cartões, códigos e leitores de proximidade. 

Apesar de dotados com a tecnologia standalone (que dispensa a utilização de softwares), podem ser interligados a diferentes softwares e ao programa próprio iD Secure.

O controle é feito com eficiência e sem interferência nas outras atividades do edifício. As permissões são autorizadas e retiradas remotamente. O display inteligente se repete em outros itens da linha de segurança, como as catracas e os leitores. 

Outras linhas

O futuro já chegou também à linha de relógios de ponto, todos projetados de acordo com as normas técnicas do Ministério da Economia. Os dispositivos podem ser monitorados de maneira remota, dando segurança a empregadores e colaboradores. Impressoras compactas e sofisticadas garantem a impressão de milhares de comprovantes antes da troca da bobina. 

Tudo, sempre bom lembrar, com tecnologias convergentes de identificação: biometria, cartões, códigos e leitores de proximidade.

O mesmo vale para o setor de automação comercial, que no Estado de São Paulo é regulamentado pela Secretaria da Fazenda. O Fisco paulista determina a incorporação do SAT Fiscal no varejo, em substituição às antigas ECF, em vigor até 2021.

Modernos, os equipamentos são associados aos aplicativos comerciais e garantem um checkout rápido e transparente

A Control iD segue investindo em inovação e pesquisas de engenharia e mercado, para entender como deixar este negócio ainda mais convergente e funcional. O que já é possível garantir, a esta altura, é que os mitos da complexidade e dos altos custos caíram por terra. É possível dotar seu negócio com alta tecnologia e convergência com um preço justo e expressiva funcionalidade.

Faça aqui uma cotação!

Comentários

Cadastre-se e receba nossas novidades