Automação comercial é indispensável para eficiência do negócio

Automação comercial é indispensável para eficiência do negócio

Controle de estoques, rotina dos funcionários, organização de compromissos, prospecção de clientes e cumprimento de obrigações tributárias. Essas são apenas algumas das questões com as quais os comerciantes lidam diariamente. Antes feitos manualmente, estes procedimentos podem ficar a cargo dos sistemas e equipamentos  de automação comercial, sobre os quais falaremos neste post.

O que é automação comercial?

A automação comercial nada mais é que o uso de dispositivos tecnológicos para aperfeiçoar controles internos do varejo.

Como o nome pressupõe, trata-se de um processo de delegação de competência do elemento humano – no caso o comerciante ou o gerente – para uma máquina, um dispositivo eletrônico e/ou digital.

O fenômeno não é novo. A automação comercial está presente nos pequenos, médios e grandes estabelecimentos há muito tempo, sobretudo no controle do fluxo de caixa e das obrigações tributárias. 

No Brasil, as primeiras máquinas registradoras autorizadas pela Receita Federal a vincular transações às competências com o Fisco remontam à década de 80.

A grande vantagem da automação comercial é que este recurso deixa a cargo das tecnologias  o que é mais demorado e sujeito a erros e permite que colaboradores e gestores dediquem seu tempo para aquelas áreas em que a atividade humana é imprescindível, como a definição de estratégias de investimento e o competente atendimento ao público.

A nova fase da automação comercial tem como palavra-chave a integração dos processos. Vincular os produtos a um código de barras ou a um QR Code, por exemplo, significa estar conectado em tempo real com a disponibilidade em estoque e a data de vencimento dos produtos perecíveis. O consumidor nem imagina, mas esta facilidade não serve apenas para que preço do item seja verificado na saída do caixa, e sim para registrar todos os passos do produto dentro da empresa, da chegada pelo fornecedor à saída pelo comprador.

Mais segurança

O controle de frequência dos funcionários é outro ponto essencial. Relógios de ponto obsoletos dão margem a fraudes e podem colocar em xeque a eficiência do serviço prestado.

Os relógios de ponto da Control iD – líder de mercado neste segmento – são homologados pelo Ministério da Economia de acordo com as portarias 15010/2009 e 373/2011. Além disso, possuem design arrojado, identificação por biometria, cartão de proximidade, barras e senha, mecanismo impressor térmico de alta velocidade com guilhotina, capacidade para bobina de até 400 metros, entre outras funcionalidades. 

O dispositivo pode ser incorporado ao Sistema de Registro Eletrônico de Ponto (SREP), da Control iD, por meio do qual os dados ficam armazenados em nuvem, e não nos computadores da empresa.

Ainda na linha de automação, a Control iD oferece os melhores equipamentos SAT Fiscal, exigidos no Estado de São Paulo, e as impressoras térmicas não-fiscais. Os equipamentos também se integram com facilidade ao aplicativo comercial da empresa e ao checkout, garantindo segurança e rapidez na finalização das compras e no envio das informações aos Fisco. Estes dispositivos estão integrados com os principais ERPs e sistemas de PDV – Ponto de Venda do Brasil.

A automação comercial é um caminho sem volta no mundo do varejo. Com necessidade cada vez mais premente de otimização de custos e racionalização do tempo, alguns desses equipamentos podem lhe ajudar a errar menos, controlar o patrimônio da empresa e garantir o bem estar do negócio e de seus colaboradores e clientes.

Comentários

Cadastre-se e receba nossas novidades